O Instituto Bruno

História

O Instituto Bruno Vianna foi fundado em três de janeiro de 2000. Até essa data, a região da Zona da Mata não contava com nenhum centro especializado em cuidados de pessoas surdocegas e com múltiplas deficiências devido a níveis de paralisia cerebral.
A instituição é uma entidade civil, sem fins lucrativos de Juiz de Fora e região e tem como objetivo prestar atendimento clínico e assistência a crianças e jovens com tais deficiências. Após sua criação, ela se tornou a primeira de Minas Gerais que oferece um cuidado totalmente gratuito em diversas áreas.
Logo após a inauguração, diversas famílias prontamente já os procuraram para conhecer mais e usufruir do que ofereciam. Em pouco tempo de existência, a demanda por atendimento já havia crescido imensamente. Dos sete alunos que tinham no começo, o número logo passou para 33. Atualmente, já contam com 55 atendidos, e mais de 405 membros impactados. O nome, Bruno Vianna, é uma homenagem à Bruno, que ficou deficiente por conta de sequelas de uma meningite. O jovem sofria muito as consequências, assim como muitos que vivem com tais complicações.

A entidade, que oferecia primeiramente serviços de fonoaudiologia, fisioterapia, psicomotricidade e recreação, mais tarde, passou a oferecer também capacitações de comunicação em Braille e Libras (Língua Brasileira de Sinais). Atualmente, também oferece atendimento em psicologia, serviço social, cursos de capacitação para o mercado de trabalho e orientação familiar. "Possibilitar qualidade de vida reabilitando as pessoas surdocegas e múltiplo-deficientes pela paralisia cerebral através da inclusão na família, escola e sociedade, objetivando independência, comunicação, capacitação profissional e relacionamento com o mundo" é a maior missão do Instituto Bruno. São diversos projetos que compõem essa missão.

Há o projeto construir (uma oficina de papelaria), o projeto cesta básica, o de reabilitação, o de doação de aparelhos e cadeiras, dentre muitos outros, como curso de bordados e artesanato, e o projeto carona amiga. Entretanto, seus objetivos vão além. Ampliar a conscientização acerca da surdocegueira também é uma das grandes motivações que guiam a entidade. Ajudar as pessoas a entender esse tipo de deficiência é muito importante, e por isso se empenham para que o Instituto chegue a toda a comunidade que necessita, independente da distância.

Em sua quarta sede, a Instituição está sempre dedicada a aprimorá-la, para que esteja totalmente adaptada ao conforto da pessoa com deficiência. Além disso, conta com transportes adaptados para levar crianças e jovens, muitas sem condições de locomoção, para serem atendidas. Há muita dedicação e amor envolvidos no trabalho das instrutoras, coordenadora, fisioterapeutas, fonoaudiólogas, psicólogas, assistentes sociais, cuidadores e demais voluntários, que se comprometem por horas a cuidarem e ajudarem nasatividades. Contudo, a entidade depende muito de doações e do apadrinhamento das crianças.

Venha conhecer a Instituição, se mobilize nessa causa, doe, apadrinhe! Faça a sua parte e ajude a entidade a continuar a crescer. O Instituto Bruno precisa de você! Teste

GALERIA DE FOTOS

Clique aqui e confira todas as fotos do Instituto Bruno de Juiz de Fora, Minas Gerais

mais

GALERIA DE VÍDEOS

Clique aqui e confira todas os vídeos do Instituto Bruno de Juiz de Fora, Minas Gerais

mais

Parceiros




contato pelo telefone(32) 2102-4300

Endereço
Avenida Vereador Laudelino Schettino, 100 – Democrata Juiz de Fora – MINAS GERAIS

Horário de funcionamento
de segunda a quinta de 08h00 ás 18h00 e sexta-feira 08h00 ás 17h00)

ENVIE UMA MENSAGEM PARA O INSTITUTO BRUNO

Doar Apadrinhar